Pinturas impressas em 3D permitem que cegos “enxerguem” obras clássicas

Existem obras de arte que vemos e ouvimos desde bem pequenos na escola e que já habitam nosso imaginário. Mas você já se perguntou como é para um deficiente visual? As obras são conhecidas apenas pelas descrições que elas ouvem das pessoas. Já pensou como seria se elas pudessem tocar e sentir as obras?

arte-impressa
Foto: Reprodução

Um designer finlandês pensou! Marc Dillon tem o projeto The Unseen Art, em que recria famosas pinturas clássicas em impressões 3D feitas com areia. A partir desse projeto, deficientes visuais poderão “enxergar” obras como a Monalisa pela primeira vez, através do toque das mãos.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Marc acredita poder revolucionar a experiência em museus e exposições:

Imagine não saber como é o sorriso de MonaLisa ou os girassóis de Van Gogh. Imagine que você ouve as pessoas falando sobre isso a vida toda, sabe que aquela arte existe, mas nunca pode experimentá-la ou enxergá-la. Para os milhões de pessoas cegas, agora isso vai se tornar uma realidade.

Será uma revolução levar os deficientes aos museus e às galerias de arte. Elas normalmente não vão porque lá não há nada para elas e nem podem tocar!”, diz Marc Dillon.

Gostou? Quer saber mais? Acesse o site oficial do projeto.

 

 

Leia o post anterior:
Conheça os participantes do Projeto LAB que desfilaram nessa edição

Quem acompanha a BeYou já tá careca de saber que a gente tá junto com a Casa de Criadores recrutando...

Fechar